FRAUDULENTA – Coligação de Nogueira divulga pesquisa fora do prazo e comete crime eleitoral em Calçado

Nesses últimos momentos para os eleitores decidirem quem irá assumir a prefeitura de Calçado, o PP divulgou que o candidato Nogueira estaria na frente disparado do candidato Carlos Cabeludo (PSD), que é seu adversário na disputa eleitoral.

Mas essa pesquisa que foi registrada no TSE, tem uma irregularidade. Segundo a legislação eleitoral, a pesquisa pode ser realizada, mas sem registro no Sistema de Registros de Pesquisas Eleitorais (PesqEle) os resultados não podem ser divulgados.

Ainda segundo a lei, este tipo de crime é considerado fraudulento, que pode punir os responsáveis com detenção de seis meses a um ano e multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00.

Mas há outro detalhe que comprova a irregularidade da pesquisa, divulgada pelo PP em favor de Nogueir. É que a legislação eleitoral diz ainda que as empresas e entidades que realizarem pesquisas são obrigadas a efetuar o cadastro no sistema até cinco dias antes da divulgação. Nesse caso do PP, por exemplo, o registro da pesquisa foi feito no dia 6 de novembro, e divulgado no dia 12, após o prazo determinado pela justiça. Além disso, a empresa que realizou a pesquisa não esta registrada no Conselho Regional de Estatística da 5ª Região. Mais uma irregularidade, dentre tantas.

Esse não é o primeiro crime eleitoral cometido pela coligação, tantos outros já foram cometidos. Isso porque o desespero esta batendo, já que o que o povo não quer é Nogueira no poder. E vendo que sua reeleição no cargo de prefeito esta indo por água a baixo.

Fechar