ELA FAZ A CARREIRA DELA! Emily em Paris, nova série da Netflix.

Sinopse:

Uma jovem social media de Chicago consegue o emprego dos sonhos em Paris. Lá, além de trabalhar como estratégia de mídias sociais para o segmento de luxo, ela viverá altos e baixos das amizades e romances.

Emily é uma jovem muito inteligente, com ótimas sacadas de marketing digital e que consegue o emprego dos sonhos em Paris sem ao menos saber falar francês. Os franceses não são tão amigáveis como ela gostaria e não saber falar a língua dificulta ainda mais a comunicação.

A série tem muitos pontos clichês como o fato da Emily está interessada no vizinho bonito, a chefe ser extremamente grossa com ela o tempo todo, ela consegue fazer amizades aleatórias com pessoas que viu uma única vez na vida e todos os homens que a conhecem dão cima dela.

Óbvio que a série traz uma visão muito americana sobre as coisas e as pessoas da França, então deixam bem claro que todos devem ama-la por ser a heroína da história, mas eles também retratam bem os pequenos perrengues de uma americana em Paris como o fato de dá um problema elétrico em todo o prédio, não saber falar francês ou falar muita coisa errada, e tentar ganhar espaço na comunicação sendo tão jovem.

Os problemas no trabalho só vão piorando, porque os funcionários franceses não gostam das ações de Emily dentro da empresa. Ela tem regras que vão contra os estereótipos franceses apresentados ao longo da série.

Apesar de todas as confusões com o mercado de luxo, Emily é uma personagem muito carismática, porém também tem os seus defeitos que abala as suas amizades, isso a torna ainda mais real para as mulheres da vida real. Ela não fica calada nos momentos sexistas e machistas, mas também mostra que tudo pode ser resolvido com o um pouco de jogo de cintura.

Emily trás muito bem a essência do que mulheres da idade dela gostariam de ser, ela é muito apaixonada pela profissão e tem ótimas referências sobre a cultura pop ao citar “Gossip Girl” e a cultura streetwear das ruas, já que tudo gira em torno de carreira de influencer e social media no Instagram.

O elenco é muito bem diversificado e os personagens secundários dão um clima mais reconfortante a série. O único problema repetitivo é o fato de todos os homens dá em cima dela o tempo todo, a personagem não tem nem tempo de respirar que já está sendo cantada no trabalho, na rua e até mesmo dentro de casa. Os amigos de Emily são muito divertidos, o romance proibido faz o espectador torcer pelo casal no fim e ou mesmo tempo ficar com medo do que pode acontecer. Lilly Collins já é uma atriz bastante conhecida por outros filmes como “Simplesmente Acontece” e se encaixou super bem no papel de Emily.

A Netflix ainda não confirmou se vai ter a segunda temporada, mas muitos já estão ansiosas para a continuação das aventuras de Emily Cooper em Paris.

 

 

Fechar