POR QUE NÃO APARECE? Alfredo Gaspar não coloca seu vice em sua campanha

Que Tácio Melo é o vice de Alfredo Gaspar, todo mundo sabe. Ele vive “encangado” com o seu candidato a prefeito nas caminhadas, mas o que todos não sabem é que nas publicidades e divulgações nas redes sociais, Alfredo está aparecendo sozinho, mas por quê? Por que esconder o homem que foi indicado por Rui Palmeira?

Não estamos querendo criar uma polêmica, já criando, só estamos tentando entender à abordagem que  a equipe de Marketing do candidato da situação está propondo para o eleitor maceioense. Se você não está ciente da magnitude do pleito que estamos vivendo “os especialistas de plantão” irão te ajudar a entender.

Sim, de longe é a eleição mais atípica que vivemos, não só aqui, mas em todo o Brasil. Graças, ou não, a pandemia houve um atraso no início das campanhas, e por assim dizer, houve um certo receio no que diz respeito ao investimento que normalmente é feito. Muitos candidatos, vereadores e prefeitos, aproveitaram “este momento” para economizar os gastos de campanha. Eles estão sendo chamados, carinhosamente, de político covid.

Não é a primeira vez que vemos “as máquinas” unidas em uma eleição. Tanto o Governo de Alagoas, quanto a Prefeitura de Maceió uniram forças nas eleições de 2020 mirando em 2022. Sim, a quem diga que Rui Palmeira só uniu forças com Renan Filho almejando a cadeira que é ocupada hoje pelo atual governador. Uma das condições, supostamente, impostas para união é que Tácio Melo seria o vice de Alfredo Gaspar.

Tácio Melo já é figura conhecida na política alagoana. O ex-secretário de Rui já expressou muitas vezes suas opiniões sobre os Calheiros, e nem todas foram pacíficas. O que Rui Palmeira teve que prometer a Renan para que essa chapa fosse montada é um dos grandes mistérios das eleições de 2020. Mas já estamos vendo alguns sinais.

No último domingo (27) foi dada a largada para as eleições e o que vemos, logo de início, é um Alfredo Gaspar solitário, batendo de frente com a dupla dos sonhos, JHC e Ronaldo Lessa. O que estaria fazendo Tácio Melo para não estar ao lado do “seu” candidato a prefeito?

JHC discursa fortemente que está lutando contra “as máquinas”, que novas políticas públicas devem ser implantadas e que a folha salarial da prefeitura deve e será revista por eles assim que “derem” início aos trabalhos em 2021.

O que podemos fazer é esperar pelos passos dos nossos personagens favoritos. Quem vai ganhar essa disputa e “guiar” Maceió pelos próximos quatros anos? Ninguém sabe.

Fechar