ESTOU PRONTO! Marcos Madeira tem plena confiança nas urnas em Maragogi

Se você acha que é só na capital que vale tudo na política, está muito enganado. Em Maragogi o pré-candidato a Prefeito Marcos Madeira (MDB) vem sendo bombardeado com acusações de que estaria inelegível para o pleito deste ano. As acusações vêm por parte da gestão atual, do Prefeito Sérgio Lira e de seus associados que buscam minar de vez as esperanças da oposição. A tentativa de intimidar é tão grande que fake news de que Marcos estaria preso já circulam pela cidade.

O nome de Marcos é muito forte, ele já foi Prefeito e fez diversas contribuições para cidade em várias áreas. Em conversa com o Quarto Poder, o pré-candidato lista as suas ações quando foi Prefeito.

“Ajudei na capacitação da população através de cursos no Senac, Sesi, e na Casa da indústria. Quando Prefeito ajudei a transformar Maragogi em polo educacional trazendo o Ifal e a Universidade Aberta do Brasil. Na saúde, construímos uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), e na infraestrutura, revitalizamos a orla e urbanizamos o centro”. Disse Marcos.

O pré-candidato ainda fala sobre outras conquistas de sua passagem na prefeitura como o projeto luz para todos, cuidado e manutenção das estradas e pontes da zona rural, ter baixado o ISS de 5% para 3,5%, o que atraiu novos empreendimentos. E abrir as portas para três agências bancárias.

Quando perguntado sobre a situação que Maragogi se encontra em relação à pandemia, Marcos demonstra preocupação com e insatisfação com as ações do atual gestor Sérgio Lira.

“Maragogi sofre muito por causa da pandemia. O Prefeito não fez o dever de casa, foram mais de 400 casos confirmados e mais de 15 óbitos”.

Quando perguntado se ele tem o que é preciso para ser mais uma vez prefeito de Maragogi, Marcos respondeu com confiança.

“Estou pronto! Mais experiente e tenho projetos novos para que Maragogi cresça ainda mais. Pretendo fortalecer ainda mais o turismo, como também trazer novas alternativas. Maragogi tem um grande polo de assentamentos onde é necessário investimento. Criar uma central de abastecimento onde o produtor possa vender os seus produtos, pretendo construir também uma rodoviária”.

O ex-prefeito e agora pré-candidato mostra plena confiança e sua situação com a justiça e aguarda ansioso pelo dia da votação, porque tudo será decidido no voto e não no “tapetão”. Marcos traz consigo novas lideranças para Maragogi e deixa claro o seu desejo por um debate.

O início da campanha eleitoral está previsto para o dia 17 de setembro, tendo em vista que 16 será o último dia das convenções partidárias. E a data da votação será 15 de novembro, vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Fechar