POLÍTICA- Pré-candidato à Prefeitura de Rio Largo, Pedro Victor diz que pagará os 60% do Fundef aos professores no 1º dia de mandato

Ao comentar sobre a iniciativa do Senado em aprovar a emenda do deputado federal JHC (PSB/AL) que autoriza o pagamento de precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) para os professores, o empresário e pré-candidato a prefeito de Rio Largo, Pedro Victor, assumiu, por meio das redes sociais,  o compromisso de que, se eleito, vai pagar os 60% do Fundef aos professores já no primeiro dia de  mandato.

“Isso nunca foi um favor. Sempre foi um direito. E eu não vou desistir de vocês, professores riolarguenses. Eu serei um amigo que vocês poderão contar pra tudo, afinal, quem não investe na educação, não investe no futuro da sociedade. Muda Rio largo!”, postou o empresário em seu perfil oficial no Instagram.

VEJA O VÍDEO AQUI

O projeto, aprovado na Câmara e no Senado, inclui nas novas regras os precatórios originados de ações relativas aos repasses da União ao antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), que complementava salários de professores da rede pública dos entes federados.

Agora, o projeto segue para ser sancionado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e os valores coletados por estados e municípios com os precatórios do Fundef manterão sua destinação original. Pelo menos 60% dos recursos arrecadados deverão ser usados para pagar abono a professores ativos, inativos e pensionistas.

Com: Alagoas Alerta

Fechar