SEM LEITOS – 16 crianças aguardam por tratamento contra o câncer em Alagoas

Defensoria Pública cobra ações imediatas do estado

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira, 6, a Defensoria Pública do Estado (DPE) oficiou à Secretaria de Saúde do Estado de Alagoas (Sesau/AL), solicitando informações e providências imediatas sobre a necessidade de ampliação do número de leitos voltados à oncologia pediátrica no estado devido à extensa lista de espera atual.

No ofício, a Defensoria informa que tem conhecimento da existência de uma fila de 16 crianças que aguardam vagas para iniciar ou dar continuidade ao tratamento nas duas unidades de alta complexidade em oncologia (Unacon) habilitadas em Maceió  – Santa Casa de Misericórdia e Hospital Veredas.

De acordo com o defensor público Daniel Alcoforado, a falta ou retardamento da assistência necessitada por essas crianças é grave e necessita da intervenção imediata do Poder Público, no sentido de garantir a ampliação de leitos da rede de assistência na área de oncologia.

O ofício estabelece prazo de 72h para resposta. A Defensoria Pública poderá adotar medidas judiciais com intuito de assegurar o direito à vida dessas crianças, caso a situação não seja solucionada em tempo adequado.

Em resposta, a assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) informou que aguarda a notificação da Defensoria Pública Estadual para se pronunciar.

Fechar