BRASKEM: Central do Morador completa 3 meses com mais de 2,6 mil atendimentos já iniciados no Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação

Foto: Divulgação

A Central do Morador completa nesta quarta-feira (18) três meses de funcionamento. Um balanço do Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação mostra que, até agora, 2.800 imóveis foram identificados nas áreas de desocupação e seus moradores habilitados a ingressar no programa. Mais de 2.600 atendimentos foram iniciados na Central do Morador, e 1.300 famílias estão sendo realocadas para novas moradias – desse total, 519 mudanças já foram feitas. O ritmo tem aumentado, e uma média de 40 mudanças estão sendo feitas a cada dia.

Há também 42 acordos de compensação financeira já fechados entre a Braskem e moradores. Após a homologação judicial, a Braskem deposita o valor da compensação na conta bancária do morador em 5 dias úteis. Nos próximos dias, todos os números devem crescer, com o avanço do programa.

Esses dados têm sido rotineiramente apresentados pela Braskem às autoridades, em reuniões de acompanhamento do acordo assinado em 3 de janeiro para a desocupação das áreas de risco definidas pela Defesa Civil e a realocação dos moradores de cerca de 4.500 imóveis dos bairros Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto. Conforme decisão judicial proferida pelo Juízo da 3ª Vara da Justiça Federal em Maceió, moradores das encostas do Mutange, do Jardim Alagoas e da área de resguardo em torno dos poços de sal têm até o dia 1º. de abril para deixar suas casas. Os demais devem sair até 1º. de junho, como medida preventiva de segurança em todo s os cas os.

Nessas reuniões, a Braskem também discute medidas adicionais que podem acelerar o programa, a exemplo da aceitação de novos documentos para comprovação da residência. O auxílio de 5 mil reais foi antecipado e agora é depositado 5 dias úteis após a assinatura do termo de compromisso entre o morador e a Braskem, assim que a mudança é agendada na Central do Morador. Como os auxílios financeiros e a indenização só podem ser pagos em contas bancárias do morador, um mutirão de abertura de contas foi realizado na semana passada.

O objetivo da Central do Morador é reunir, num único local, todos os serviços necessários para atender os moradores das áreas de desocupação. Desde a abertura, em dezembro, a Central do Morador conta com serviços de postos bancários (atualmente Santander, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal estão disponíveis), cartório para a regularização de documentos pessoais ou do imóvel e imobiliárias que ajudam na busca da nova moradia, além de postos de atendimento de órgãos públicos como o Tribunal de Justiça, Defensoria Pública e Ministério Público.

A Central do Morador ocupa cerca de 2 mil metros quadrados e conta com mais de 100 salas. A estrutura de apoio inclui psicólogos, assistentes e técnicos sociais, sala de amamentação e espaço de recreação. O atendimento aos moradores é individualizado, feito por técnicos sociais, que orientam as famílias sobre as etapas e auxílios oferecidos pela Braskem no Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação. Ao todo, são mais de 200 profissionais trabalhando diariamente na Central do Morador, localizada no Ginásio do Sesi, no bairro Trapiche, em Maceió. Vans fazem o transporte gratuito de ida e volta dos moradores, saindo de tr&ec irc;s en dereços nos bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro.

Serviço

Central do Morador (Ginásio do Sesi – Av. Siqueira Campos, 1900 – Trapiche da Barra, Maceió).
Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 8h às 19 horas.
Informações: 0800 006 3029 (ligações gratuitas, inclusive de celulares) ou no site braskem.com/alagoas.

Fechar