TRANSPORTE COLETIVO – População recebe 20 novos ônibus em processo lento de renovação da frota

Quantidade de ônibus sucateados em circulação é superior à de veículos recebidos

Imagem da Internet

A população maceioense, que tem demonstrado bastante insatisfação com transporte coletivo, vai receber nesta sexta-feira (13), 20 novos ônibus zero quilômetro. A entrega será às 9h, na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e faz parte do processo de renovação da frota dos coletivos que integram o Sistema Integrado de Mobilidade de Maceió (SIMM).

A principal reclamação dos cidadãos é quanto ao sucateamento da frota em circulação. Em janeiro desse ano, 49 veículos de uma única empresa foram apreendidos por estarem com idade acima do que é permitido pelo edital de licitação do transporte público da capital.

Após recomendação do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE), a Prefeitura de Maceió teve que devolver os veículos lacrados durante a fiscalização. Isso significa que eles estão em circulação, bem como os ônibus antigos de outras empresas que não chegaram a ser apreendidos, o que representa riscos aos usuários. O MPE solicitou “medidas alternativas e menos gravosas” para resolver o problema de renovação da frota na cidade, porém esse processo anda a passos lentos. A última entrega nessa proporção aconteceu em 2016.

O gestor da SMTT, Antônio Moura, declarou que “a Prefeitura está dando continuidade ao processo de renovação da frota de ônibus de Maceió. Desde o início do edital de licitação do transporte público, 100 veículos zero quilômetro já foram entregues aos maceioenses. Com a chegada destes 20 veículos, será um total 120 coletivos completamente novos que foram entregues somente na gestão do prefeito Rui Palmeira”. Vale ressaltar que Rui já está em seu segundo mandato e a quantidade de ônibus sucateados em circulação ultrapassa a quantidade de veículos recebidos.

Os novos coletivos vão atender as regiões dos lotes 100, 200 e 400. O lote 300, o mesmo que teve os veículos lacrados no início do ano e devolvidos em seguida, não receberão carros nessa remessa. Moura também informou que ainda há previsão da chegada de mais ônibus até o final deste ano. Cabe ao maceioense ter esperança.

Fechar