Homem morre após ter 70% do corpo queimado; principal suspeita é a própria esposa

Um homem de 32 anos morreu em um dos leitos do Hospital Geral do Estado (HGE) após ter 70% do corpo queimado. A principal suspeita do crime contra Remesson da Silva Araújo é a própria esposa.
Segundo as informações divulgadas sobre o caso, que aconteceu na madrugada desta sexta (24) na cidade de Satuba, a mulher teria usado uma garrafa pet com álcool para praticar o crime.
Socorrido por uma ambulância para o posto de saúde de Satuba, em seguida encaminhado para o HGE, em Maceió, Remesson chegou a unidade em estado crítico e com 70% do corpo queimado.
Mesmo com a atuação imediata da equipe multiprofissional da Área Vermelha Trauma, o homem não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu poucas horas depois.
A mulher de Remesson foi presa e ao dar entrada na Central de Flagrantes os policiais descobriram que ela teria tentado matar o primeiro marido, anos atrás, com uma faca.

Fechar