Jurista alagoano integra missão da Transparência Eleitoral que acompanhará eleições peruanas

Ex-desembargador do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL), o advogado Luciano Guimarães integrará a Missão de Observação da Transparência Eleitoral que vai acompanhar as eleições presidenciais do Peru, marcada para este domingo, 26.

A Transparência Eleitoral tem atuação em toda América Latina e se dedica a participar e observar eleições, analisando e sugerindo aperfeiçoamentos aos mecanismos de exercício das democracias. A entidade busca preservar as regras legais que asseguram a liberdade de escolha pela vontade popular e o voto dos eleitores em cada país.

Alem do magistrado alagoano, outros juristas do Brasil e da América Latina, especialistas em Direito Constitucional e Eleitoral, acompanham a eleição peruana. “Muito honrado com o convite. A Transparência Eleitoral realiza uma missão importantíssima no aperfeiçoamento constante e contínuo das eleições nas democracias latino-americanas, sem prejuízo de outras. Será muito valioso ver de perto e de dentro o transcurso da eleição num país em forte nível de crescimento como o Peru”, comentou Luciano Guimarães.

Ele tem vasta experiência. Além de oito anos na função de magistrado do TRE-AL, atua na área há 25 anos. A desembargadora do TRE-CE, Kamille Castro, liderará a comitiva brasileira, que terá, entre outros nomes, o advogado Marcelo Weick, coordenador-geral da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (Abradep).

Fechar